Carioca Connection - Brazilian Portuguese Conversation

Get the worksheets & complete show notes for this episode at https://cariocaconnection.com

In this episode of Carioca Connection, Alexia and Foster discuss Kamilla Cardoso's journey from Brazil to the University of South Carolina basketball team. They talk about her success in the national championship and her impact on fans. They also mention her coach and other players. As Kamilla gains popularity, the hosts look forward to seeing her represent Brazil in the Olympics. In their usual casual style, this conversation is full of real-life Brazilian Portuguese goodies. Enjoy!

And now in Brazilian Portuguese...

Neste epis贸dio do Carioca Connection, Alexia e Foster batem um papo sobre a trajet贸ria de Kamilla Cardoso do Brasil at茅 o time de basquete da Universidade da Carolina do Sul. Eles comentam sobre as vit贸rias dela no campeonato nacional e como ela tem conquistado os f茫s. Tamb茅m falam sobre o t茅cnico dela e outros jogadores. E conforme Kamilla vai ficando mais famosa, os apresentadores est茫o na expectativa de v锚-la representando o Brasil nas Olimp铆adas. Num papo descontra铆do, cheio de brasilidades, esse epis贸dio promete!

Ready to massively improve your Brazilian Portuguese in 2024? 馃嚙馃嚪

Visit our website to learn more about our brand-new offerings: https://cariocaconnection.com

What is Carioca Connection - Brazilian Portuguese Conversation?

Learn Brazilian Portuguese with real-life conversations you'll never find in textbooks or apps. Join Alexia (馃嚙馃嚪 native speaker) and Foster (馃嚭馃嚫 learning Portuguese) to have interesting, fun conversations that will improve your Brazilian Portuguese comprehension and communication.

Alexia: Oi oi pessoal e bem-vindos a mais epis贸dio aqui do Carioca Connection. Meu nome 茅 Alexia e eu estou muito bem acompanhada do鈥
Foster: Foster! Oi, Alexia! Oi gente! Tudo bem?
Alexia: Tudo e com voc锚?
Foster: Estou bem, hoje a gente est谩 gravando no anivers谩rio da minha m茫e, ent茫o, feliz anivers谩rio para minha m茫e!
Alexia: Parab茅ns, Laura.
Foster: Parab茅ns mam茫e. E sobre o que que vamos falar hoje?
Alexia: Um dos assuntos preferidos da sua m茫e, no caso.
Foster: 脡, nem liguei os pontos.
Alexia: Pois 茅.
Foster: Ent茫o 茅 presente e pra minha m茫e, mas ela nunca vai entender porque ela n茫o fala portugu锚s.
Alexia: Ent茫o apresenta pra gente o tema de hoje, Foster.
Foster: Hoje, vamos falar sobre uma jogadora de basquete, e o nome dela 茅 Kamilla Cardoso. Kamilla Cardoso, ela 茅 brasileira, ela nasceu no Brasil e agora ela est谩 jogando no meu time, da University of South Carolina. N茫o 茅 meu time鈥 eu n茫o sou super ligado ao basquete hoje em dia, mas 茅鈥 脡 t茫o legal! Esses dois mundos vinculados assim: Carolina do Sul e o Brasil.
Alexia: Sim, e eu acho muito engra莽ado porque eu n茫o fazia ideia da exist锚ncia dela e sua m茫e, que virou pra mim e falou, 鈥淎lexia, voc锚 viu a brasileira que est谩 jogando no time da Carolina do Sul e tal?鈥 N茫o, a铆 pronto, a铆 virou a minha mais nova pessoa preferida pra acompanhar e ela 茅 super novinha tem vinte e dois anos, vai fazer vinte e tr锚s agora dia trinta de abril que eu acabei de ver na Wikipedia.
Foster: Feliz anivers谩rio pra Kamilla tamb茅m, parab茅ns.
Alexia: Ela, pelo que eu entendi, ela se mudou pros Estados Unidos quando ela tinha catorze, quinze anos de idade, sem falar nada de ingl锚s, aprendeu tudo na marra, foi pro Tennessee, ela estudava em Chattanooga.
Foster: Nossa, n茫o sabia disso.
Alexia: 脡. Ent茫o ela foi pro High School em Chattanooga, se eu n茫o me engano, e depois ela foi jogar em Syracuse.
Foster: Syracuse.
Alexia: A铆, faz, eu acho, dois anos atr谩s mais ou menos, que ela foi pra South Carolina.
Foster: Nossa, ent茫o realmente a Kamilla est谩 me seguindo. Ela viajou do Brasil pro Tennessee, onde eu estudei na faculdade, e na Carolina do Sul, onde eu nasci, e onde eu fiz, o, meu mestrado.
Alexia: 脡, exatamente. E ela 茅 de Montes Claros, Minas Gerais, que n茫o fica perto de Po莽o de Caldas, que 茅 a cidade do meu pai, mas ela 茅 mineira que nem meu pai, ent茫o est谩 a铆.
Foster: Voc锚 j谩 foi pra pra cidade dela? N茫o. Mas, voc锚 sabe aonde que 茅 mais ou menos?
Alexia: Se eu n茫o me engano. 脡 perto, da Bahia, eu passei completamente errada.
Foster: Perto da Bahia?
Alexia: 脡, l谩 pra cima. Minas Gerais 茅 enorme n茅?
Foster: Sim. T谩. Ent茫o pro norte.
Alexia: 脡, acho n茫o tenho certeza. Enfim, ent茫o, e al茅m disso o mais importante de tudo, uma das coisas mais importantes de todas pra uma jogadora de basquete 茅 a altura, n茅? Ent茫o ela tem dois metros e um!
Foster: Ela 茅 Gigante. Gigante, ela 茅 uma m谩quina. Eu acho que isso seria tipo, 6 p茅s e 7 polegadas. 脡 ent茫o ela 茅, muito alta. Muito alta. E muito boa.
Alexia: E, e 茅 muito interessante voc锚 pensar porque normalmente jogador de basquete tem que ser, alto n茅, pra voc锚 conseguir fazer a cesta, mas j谩 ao mesmo tempo tem que ser 谩gil, n茅, voc锚 tem que saber correr, voc锚 tem que pensar r谩pido etc. E ela 茅, ela 茅 muito grande e consequentemente ela tem noventa e oito quilos, o que significa 215 pounds. 脡 que 茅 muita coisa, mas pra dois metros com noventa e oito 茅 como se fosse eu, est谩 tudo certo.
Foster: 脡, todas as meninas que jogam s茫o altas, mas at茅 comparado com elas ela 茅 muito grande, 茅 uma pessoa enorme.
Alexia: E tudo no bom sentido, t谩 gente? E est谩 tudo tudo certo.
Foster: Sim. Ela acabou de ajudar a ganhar o campeonato nacional de basquete feminino.
Alexia: 脡, e eu acho que eles, eu acho que a treinadora delas foi a primeira mulher negra, a ter tantos jogos, sem perder. Tem uma hist贸ria dessa que ela tamb茅m ganhou pr锚mio em rela莽茫o a isso.
Foster: 脡 hero铆na da minha m茫e e ela 茅 super legal tamb茅m, tenho, n茫o 茅 document谩rio mas epis贸dio sobre ela no Netflix que pode assistir que se chama The Coaches Playbook e tem epis贸dio sobre ela, como que ela 茅, de como que ela treina as meninas.
Alexia: E. E foi muito interessante ver porque como voc锚 estava conversando ontem com a sua m茫e, parece que quando a Dawn come莽ou a treinar as meninas parecia que era tipo creche, que elas n茫o levavam nada a s茅rio, que estava uma loucura aquilo que n茫o ia dar certo, e que era tipo assim, ou 茅 tudo ou 茅 nada, uma das duas op莽玫es vai ser, n茫o vai ter interm茅dio ali.
Foster: 脡, a treinadora precisou colocar um pouco mais de disciplina nas meninas, mas Alexia eu acho que foi, imaginem que foi, o primeiro jogo de basquete, pra meninas, que voc锚 j谩 assistiu dos Estados Unidos.
Alexia: N茫o, eu j谩 assistiu outros.
Foster: Bom, 茅 a primeira vez que eu assisti jogo inteiro. H谩 vinte anos.
Alexia: N茫o, foi a primeira vez que eu assisti jogo inteiro, depois de vinte anos.
Foster: 脡, faz muito tempo.
Alexia: 脡 isso. N茫o, eu acho que eu assisti antes, mas foi muito legal ter assistido, elas jogaram contra o time de Iowa.
Foster: Uhum.
Alexia: E a cestinha do jogo foi a Caitlin, n茅?
Foster: Cestinha do jogo. 脡. Que que 茅 isso?
Alexia: Que faz mais, Foster, 茅 a cestinha.
Foster: Sim, Caitlin Clark, uma das melhores jogadoras de basquete na hist贸ria, ela foi a 煤ltima partida dela, e infelizmente pra ela, ela perdeu e o SC ganhou.
Alexia: E foi o 煤ltimo jogo da Kamilla tamb茅m, n茅?
Foster: Sim, que ela vai jogar nos, nos profissionais.
Alexia: Sim, ela vai virar profissional, a Caitlin tamb茅m.
Foster: Sim.
Alexia: E s贸 explicando o neg贸cio da cestinha, a cesta de basquete 茅 onde voc锚 joga a bola.
Foster: Sim.
Alexia: N茅, para fazer o ponto, ent茫o isso tanto vale para feminino quanto masculino, ent茫o, o cestinha do jogo ou a cestinha do jogo, ou seja, o jogador ou a jogadora que fizeram mais pontos.
Foster: Entendi, n茫o faz sentido, porque eu acho que normalmente essa pessoa tamb茅m fica com a cesta, tipo elas鈥
Alexia: Com a rede da cesta.
Foster: 脡.
Alexia: 脡, com a rede, exato.
Foster: 脡.
Alexia: E Kamilla ganhou MVP.
Foster: Do jogo?
Alexia: 脡, n茫o, eu acho que 茅 do campeonato, n茅?
Foster: Eu n茫o sei muito bem.
Alexia: Eu acho.
Foster: Mas a minha m茫e falou ontem que a Kamilla vai, sei l谩, ela vai aparecer numa livraria Barnes & Noble. A minha m茫e falou鈥
Alexia: Foi no Dick's eu vi hoje nas redes sociais.
Foster: T谩, ent茫o ela apareceu no Dick's Sporting Goods, que 茅 uma loja nos Estados Unidos que tem coisas de esporte. E aparentemente tem muitas pessoas querendo ver, conhecer e falar com a Kamilla.
Alexia: O que foi muito legal de ver nas redes sociais, v谩rias crian莽as americanas usando a camisa da sele莽茫o brasileira de futebol e indo falar com ela, ent茫o isso me d谩 um calor assim no cora莽茫o. Eu estou muito animada para ver a Kamilla jogando no time brasileiro durante as Olimp铆adas, n茅? Ent茫o teremos isso, e ali谩s, eu preciso come莽ar a aprender sobre o nosso time, pra poder torcer por elas, ent茫o isso vai ser muito interessante.
Foster: 脡, n茫o sei muito bem a hist贸ria do basquete feminina.
Alexia: Feminino?
Foster: Feminino, nas Olimp铆adas, mas imagino que, no Brasil, nunca tinha time t茫o forte no passado. Nunca teve, mas. Desta vez com a Kamilla, elas v茫o ter um time incr铆vel.
Alexia: A gente nunca teve time completo, bom, tanto masculino quanto feminino, mas a gente sempre apareceu com alguns jogadores muito bons ao longo das d茅cadas. A mesma coisa com nata莽茫o, a nossa nata莽茫o 茅 muito boa, o nosso v么lei 茅 maravilhoso, o nosso futebol infelizmente n茫o est谩 na melhor 茅poca, mas no basquete a gente aparece com alguns jogadores assim e normalmente eles acabam sendo contratados pelos Estados Unidos.
Foster: Sim, sim, mas, vai ser interessante ver o Brasil nas Olimp铆adas.
Alexia: Sim, vai ser 贸timo.
Foster: Oba! Mais alguma coisa sobre a Kamilla, sobre basquete, sobre o que mais? N茫o. Que voc锚 quer falar antes do fim do epis贸dio.
Alexia: N茫o, tudo certo. Parab茅ns Laura de novo, parab茅ns South Carolina, parab茅ns Kamilla. E 茅 isso.
Foster: 脡. E quando ela quiser, a Kamilla pode vir no podcast, ela seria bem-vinda aqui.
Alexia: Muito bem-vinda.
Foster: Muito obrigado, Alexia, e at茅 o pr贸ximo epis贸dio.
Alexia: Tchau.